São Bartolomeu

São Bartolomeu foi apresentado a Cristo pelo apóstolo Filipe. Natanael era de Caná, que ficava a 14 quilômetros de Nazaré e é proverbial o menosprezo que existe entre povoados vizinhos. O Mestre, porém, ofereceu logo uma ponte entre ele e o jovem de Caná: “Eis um verdadeiro israelita, em quem não há fingimento.” Ao ouvir esse elogio, Natanael manifestou a sua surpresa: “De onde me conheces? Jesus lhe respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, eu te vi, quando estavas sob a figueira.” O que se passou debaixo da figueira ficará um segredo entre o límpido apóstolo e o Messias, nesse momento Bartolomeu manifestou sua incondicionada adesão a Cristo: “Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o rei de Israel!” E Jesus: “Crês só porque te disse: eu te vi debaixo da figueira? Verás coisas maiores que estas.” Natanael-Bartolomeu viu de fato os prodígios e glorificação pelo Mestre, ouviu a sua mensagem, assistiu a sua paixão e glorificação, depois se tornou arauto da Boa Nova, aceitando com o mesmo entusiasmo as consequências de um testemunho comprometido. O apóstolo Bartolomeu, que era da Galiléia, foi para a Índia. Pregou àquele povo o evangelho de São Mateus.Depois que naquela região converteu muitos a Jesus Cristo, superando muitas dificuldades, passou para a Armênia onde levou à fé cristã o rei Polímio e sua esposa e a mais de doze cidades. Essas conversões, no entanto, provocaram uma enorme inveja dos sacerdotes locais, que por meio do irmão do rei Polímio, conseguiram a ordem de tirar a pele de Bartolomeu e depois decapitá-lo.
Devoção: A pregação dos Santos Evangelhos de Nosso Senhor Jesus CristoPadroeiro: Dos açougueiros

Oração de São Bartolomeu: Brilhando entre os apóstolos, do céu nos esplendores, Bartolomeu atende pedidos e louvores! Ao ver-te, o Nazareno te amou com grande afeto, sentindo num relance teu coração tão reto. Messias esboçado no Antigo Testamento a ti se manifesta na luz desse momento. E tanto a ti se une em íntima aliança, que a ti manda o martírio, a cruz que o céu alcança. Tu pregas o Evangelho, proclamas o homem novo: se o Mestre é tua vida, das vida à todo o povo. Ao Cristo celebramos, por toda a nossa vida, pois leva-nos à Pátria, à Terra Prometida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *